domingo, setembro 12, 2004

Christina Carter + Steffen Basho-Junghans, Maus Hábitos, Porto, 10 de Setembro de 2004

Algo de muito estranho se passa quando numa semana estreiam em salas portuguesas filmes do Jackie Chan e do Jean-Claude Van Damme. Enquanto o primeiro dá a volta ao mundo em oitenta dias, o segundo, ainda com a mesma raiva desse clássico que dá pelo nome de Golpe de Vingança, enfrenta uma série de malfeitores de cara desfigurada numa prisão em Kravavi, na Rússia, depois de ter assassinado o homem que violou e matou a sua mulher. Nada de novo, portanto. De novo mesmo, só as ofertas do Maus Hábitos que contemplavam as estreias de Christina Carter e Steffen Basho-Junghans em palcos portugueses. E, mais uma vez, algo de muito estranho se passa quando a cinco minutos do início do espectáculo da metade fundadora dos Charalambides, uma das mais importantes “instituições” da música experimental e psicadélica norte-americana, a plateia era composta por cerca de uma dúzia de pessoas. Dá que pensar.

Para continuar a ler, seguir por aqui.