sexta-feira, outubro 31, 2003


Adam Green - Friends Of Mine

We're Not Supposed to Be Lovers

Picture a place that's far from danger.
a nicer place to cash your chips.
i'm not the one holding you hostage.
squeezed inbetween my lips.

we're not supposed to be lovers.
or friends, like they'd have us believe.
we're not supposed to know eachother.
accept my apology.

i was a babe stuck in a tree branch.
banging on my rusty cradle bars.
until i stole your middle finger.
now who's the one in charge?

we're not supposed to be lovers.
or friends, like they'd have us believe.
we're not supposed to know eachother.
accept my apology.

vain, underground, fist, face down.
bruise as they heal my pain.
food on the flight.
bread, fist, bite.
draw from the orange juice crane.

picture a person you've forgotten.
kissing your brother or your friend.
picture a wounded entertainer.
cutting his hair again.

Joy Division

Isolation

In fear every day, every evening
He calls her aloud from above
Carefully watched for a reason
Painstaking devotion and love
Surrendered to self-preservation
From others who care for themselves
A blindness that touches perfection
But hurts just like anything else
Isolation - isolation - isolation

Mother I tried, please believe me
I'm doing the best that I can, I'm ashamed of the things
I've been put through; I'm ashamed of the person I am
Isolation-isolation -isolation

But if you could just see the beauty
These things I could never describe
Pleasures and wayward distraction
This is my one lucky prize
Isolation-isolation-isolation....


As tuas mãos, apesar de pequenas e delicadas, foram as melhores luvas que alguma vez tive.


Uma amiga

Aqueles que eu amei, não sei que vento
Os dispersou no mundo, que os não vejo...
Estendo os braços e nas trevas beijo
Visões que a noite evoca o sentimento...

Outros me causam mais cruel tormento
Que a saudade dos mortos... que eu invejo...
Passam por mim... mas como que têm pejo
Da minha soledade e abatimento!

Daquela primavera venturosa
Não resta uma flor só, uma só rosa...
Tudo o vento varreu, queimou o gelo!

Tu só foste fiel - tu, como dantes,
Inda volves teus olhos radiantes...
Para ver o meu mal... e escarnecê-lo!

Antero de Quental
Sons de hoje

Joy Division - Closer
The Smiths - Strangeways, Here We Come
Morphine - Like Swimming
Ex Models - Other Mathematics
Logh - The Ragging Sun
Maximilian Hecker - Rose
Lou Reed & John Cale - Songs For Drella
Young People - War Prayers
Adam Green - Friends Of Mine
Frog Eyes - The Golden River
Smog - Knock Knock

quinta-feira, outubro 30, 2003



Moya dos Godspeed You Black Emperor! tem de ser uma das melhores músicas de todos os tempos. Ouçam-na.


Perry Blake - Weeping Tree

Weeping tree, shoulders to the sky
Never understood why
Weeping tree, should've let you go
How was I to know?

And if you find a clue
I hope you find it soon
Some people hold their breath forever
And if you find a house
Where you can live without the one you love
Weeping tree, fruitless, stands alone
where lovers long dead used to go
Weeping tree, should've let you go
But how was I to know?

And if you find a clue
I hope you find it soon
Some people hold their breath forever
And if you find a house
Where you can live without the one you love
Sons de Hoje

The Smiths - Meat Is Murder
Elliott Smith - Figure 8
Mew - Frengers
Logh - The Ragging Sun
Aarktica - Pure Ton Audiometry
Perry Blake - Perry Blake
Godspeed You Black Emperor! - Slow Riot for New Zero Kanada EP
JJ72 - JJ72
Robert Wyatt - Cuckooland
Morphine - Like Swimming
The Chinese Stars - Turbo Mattress
Rosie Thomas - Only With Laughter Can You Win
Maximilian Hecker - Rose
Perry Blake - Still Life

Miles Davis - Kind of Blue

Esta tem sido a minha companhia pela madrugada dentro, até adormecer. Todos os dias.


Fim

Quando eu morrer batam em latas,
Rompam aos saltos e aos pinotes,
Façam estalar no ar chicotes,
Chamem palhaços e acrobatas!

Que o meu caixão vá sobre um burro
Ajaezado à andaluza:
A um morto nada se recusa,
E eu quero por força ir de burro!...

Mário de Sá Carneiro

quarta-feira, outubro 29, 2003


The Stone Roses

I Wanna Be Adored

I don't have to sell my soul
He's already in me
I don't need to sell my soul
He's already in me
I wanna be adored
I wanna be adored
I don't have to sell my soul
He's already in me
I don't need to sell my soul
He's already in me

I wanna be adored
I wanna be adored

Adored

I wanna be adored
You adore me
You adore me
You adore me
I wanna
I wanna
I wanna be adored
I wanna
I wanna
I wanna be adored
I wanna
I wanna
I wanna be adored
I wanna
I wanna
I gotta be adored

I wanna be adored


Crepúsculo

É quando um espelho, no quarto,
se enfastia;
quando a noite se destaca
da cortina;
quando a carne tem o travo
da saliva,
e a saliva sabe a carne
dissolvida;
quando a força de vontade
ressuscita;
quando o pé sobre o sapato
se equilibra...
e quando às sete da tarde
morre o dia
- que dentro de nossas almas
se ilumina,
com luz livida, a palavra
despedida.

David Mourão-Ferreira
VH1

Vale a pena ligar o canal a partir das 23:00 pois são apresentados dois programas com boas ofertas musicais. Primeiro com o Flipside e lá para a meia noite o Chill Out. Nos últimos dias tem passado Massive Attack, Calexico, Zero 7, Beck, The Postal Service, Spiritualized, Portishead, Goldfrapp, The Stone Roses, The Notwist, Air, Blur, The Cure, Black Rebel Motorcycle Club, Nirvana, entre outros.


Um filme falado de Manoel de Oliveira conta-nos a história de Rosa Maria ( Leonor Silveira ), professora de História da Universidade de Lisboa que parte num cruzeiro que atravessa o Mediterrâneo com a sua filha, Maria Joana. Ambas, visitam Ceuta, Marselha, Pompeia, Atenas, Egipto e Istambul enquando Rosa Maria explica à sua filha todos os acontecimentos essenciais que explicam a evolução da cultura ocidental. Conhecem, entretanto, uma italiana, uma francesa, uma grega e o comandante do navio com quem travam conhecimento. Mas o navio escondia um problema que mais tarde se iria revelar. Um filme sobre a amizade, a solidão e sobre conhecer pessoas e lugares.
Sons de hoje

Rosie Thomas - Only With Laughter Can You Win
Björk - Vespertine
Nick Cave & The Bad Seeds - Murder Ballads
Lou Reed & John Cale - Songs For Drella
Miles Davis - Kind of Blue

terça-feira, outubro 28, 2003


JJ72

I Saw A Prayer

Perfect at night, perfect at day
Only thing that I can say is
Breathe it in, breathe it in

Softest skin I've ever seen
Bluest eyes there's ever been
Breathe it in, breathe it in

Maintenance of simplicity
It's the one thing that cannot be
But breathe it in, breathe it in

Holy ghost and rock 'n roll
Imprints upon your soul
Breathe it in, breathe it in

Captured beauty, escape unlikely
I, I saw a prayer drift by your eyes
I swear I saw a prayer
I swear I saw a prayer


"O amor é um sonho que chega para o pouco que se é."

Fernando Pessoa


Robert Plant vai editar colectânea de êxitos a solo

O músico Robert Plant vai editar uma compilação de êxitos do seu material a solo no próximo mês. O ex-Led Zeppelin vai apresentar, a 3 de Novembro, um disco duplo com 35 canções, intitulado Sixty Six To Timbuktu.

in DiscoDigital


Mars Volta estreiam-se em Portugal em Dezembro

Os norte-americanos Mars Volta estreiam-se ao vivo em Portugal a 4 de Dezembro, numa actuação agendada no Paradise Garage, em Lisboa. Neste concerto, Mars Volta vão apresentar De-Loused In the Comatorium, o seu primeiro registo de originais.

in Discodigital
Música do Dia

Por mais estranho que possa parecer, acho que o meu disco favorito dos Talk Talk é o It's My Life. O single It's My Life, um ícone dos anos 80, é uma música deliciosa.


Talk Talk

It's My Life

Funny how I find myself in love with you
If I could buy my reasoning I'd pay to lose
One half won't do
I've asked myself
How much do you commit yourself?

It's my life
Don't you forget
It's my life
It never ends

Funny how I blind myself
I never knew if I was sometimes played upon
Afraid to lose,
I'd tell myself what good you do
Convince myself

It's my life
Don't you forget
It's my life
It never ends

I've asked myself
How much do you commit yourself?

It's my life
Don't you forget
Caught in the crowd
It never ends


Como avancei anteriormente, os Logh vão estar em Portugal para dois concertos. Já são conhecidas as datas e os locais dos concertos:

12 de Novembro de 2003 - Santiago Alquimista , Lisboa
13 de Novembro de 2003 - O Meu Mercedes, Porto

Os bilhetes para o concerto do Porto custam 10€.
Sons de hoje

Leila - Courtesy of Choice
Elliott Smith - XO
The Smiths - Strangeways, Here We Come
Miles Davis - Kind of Blue
Grand Ulena - Gateway to Dignity
Talk Talk - It's My Life
Elastic Void - Elastic Void
Do Make Say Think - Winter Hymn Country Hymn Secret Hymn
Logh - The Ragging Sun
JJ72 - I To Sky
Miles Davis - Kind of Blue

segunda-feira, outubro 27, 2003



"Every man's life ends the same way. It is only the details of how he lived and how he died that distinguish one man from another."

Ernest Hemingway
Poema do coração

Eu queria que o Amor estivesse realmente no coração,
e também a Bondade,
e a Sinceridade,
e tudo, e tudo o mais, tudo estivesse realmente no coração.
Então poderia dizer-vos:
"Meus amados irmãos,
falo-vos do coração",
ou então:
"com o coração nas mãos".

Mas o meu coração é como o dos compêndios.
Tem duas válvulas (a tricúspida e a mitral)
e os seus compartimentos (duas aurículas e dois ventrículos).
O sangue ao circular contrai-os e distende-os
segundo a obrigação das leis dos movimentos.

Por vezes acontece
ver-se um homem, sem querer, com os lábios apertados,
e uma lâmina baça e agreste, que endurece
a luz dos olhos em bisel cortados.
Parece então que o coração estremece.
Mas não.
Sabe-se, e muito bem, com fundamento prático,
que esse vento que sopra e ateia os incêndios,
é coisa do simpático.
Vem tudo nos compêndios.

Então, meninos!
Vamos à lição!
Em quantas partes se divide o coração?

António Gedeão


Nunca aqui estive, mas pela maneira como me falaram foi como se tivesse estado.


"Quem foi que à tua pele conferiu esse papel
de mais que tua pele ser pele da minha pele"

David Mourão-Ferreira
Sons de hoje

Elliott Smith - Figure 8
Morphine - Like Swimming
Galaxie 500 - On Fire
Young People - Young People
Elliott Smith - Elliott Smith
Neil Young - Silver & Gold
Elliott Smith - Either - Or
John Fahey - Red Cross
Taking Pictures - Friends Are Ghosts
Minus The Bear - Highly Refined Pirates
Elliott Smith - Roman Candle
Rodrigo Leão - Pasion
The Fall - Hex Enduction Hour
Miles Davis - Kind of Blue


Kill Bill - A Vingança de Quentin Tarantino conta-nos a história de "Black Mamba" ( Uma Thurman ) que procura vingar-se do "Esquadrão Assassino de Víboras Mortais" que provocou um massacre no dia do seu casamento, numa capela do Texas. Depois de 4 anos em coma profundo, Black Mamba tem como missão destruir os 5 membros do Esquadrão. Kill Bill é um filme delirante, repleto de sangue e com cenas de luta fantásticas, nos cenários mais incríveis.

domingo, outubro 26, 2003



Não quero acreditar que a vida seja só o destino na sua forma mais redutora. O destino é, na maior parte das vezes, a maneira mais perfeita e atroz de conformismo. O destino é agarrarmo-nos ao que temos e fazermos disso uma coisa melhor. O destino é o que nos é dado depois de fazermos por ele, não o que nos acontece sem que façamos nada por isso. Não sei.
Sons de hoje

Sonic Youth - Daydream Nation
16 Horsepower - Secret South
Goldfrapp - Felt Mountain
Bark Psychosis - Independency
Rosie Thomas - When We Were Small
Yume Bitsu - Auspicious Winds
Perry Blake - Still Life

Spain - She Haunts My Dreams

Every Time I Try

I wanna hold you
But every time I try
Something keeps you
Out of reach

I wanna love you
But every time I try
Something keeps love away
And I can feel it

So love me right now
Though it won't last
Girl don't make me try
‘Cause I'll lose you forever
Every time
Every time...

And every time I try
To put our love out like a fire
You keep me in your reach

And every time I try
To throw away my desire
You hold me so close
And I can feel it

So love me right now
Though it won't last
Girl don't make me try
‘Cause I'll lose you forever
Every time
Every time...
Amar!

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei-se ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...

Florbela Espanca


Hoje, como se já não bastassem as 24, deram-me mais uma hora. Que vou fazer eu com todo este tempo extra?

sábado, outubro 25, 2003



Os dias parecem ter, agora, pelo menos 72 horas. Mas são bem mais vazios do que antes. Precisava de ti para me ajudar a ultrapassar a tua ausência.
Sons de hoje

Morphine - The Night
Mazzy Star - So Tonight That I Might See
Sebadoh - Harmacy
Elliott Smith - Elliott Smith
Wolf Eyes - Wolf Eyes
The Fall - Perverted by Language
The Herbaliser - Something Wicked This Way Comes
Spain - She Haunts My Dreams
Perry Blake - Still Life


A Domadora de Baleias de Niki Caro conta-nos a história de Paikea e a sua luta para provar ser ela a natural herdeira. O seu pai, Porourangi, vê a sua esposa ter dois gémeos. O rapaz morre enquanto que Paikea sobrevive mas a sua mãe morre depois do parto. Abalado, Porourangi parte para o estrangeiro e deixa Paikea com o avó, Koro, o Grande Chefe. O destino, a partir daí, estava nas mãos de Paikea e das baleias.

sexta-feira, outubro 24, 2003


Varnaline

Really Can't Say

I really can't say to you
In the evening time
In the morning time
When you're on my time

Well, it's all your time
And you need to be right there
You need to be right there

I really can't say to you
Goodbye
I can't say to you
Goodbye

In the morning, I wake you up
And in the evening, you wake me up
And it's not as if we've never behaved
And it's not as if we never were slaves
| Still, the time goes on
Still, the time don't care

I really can't say to you
Goodbye
I really can't say to you
Goodbye
I can't say to you
Goodbye
I can't say to you
Goodbye

Still, we hang on tight
Still, we stay up nights

I really can't say to you
Goodbye
I can't say to you
Goodbye
I can't say to you
Goodbye
I can't say to you
Goodbye
I can't say to you
Goodbye
Yeah, I can't say to you
Goodbye
I can't say to you
Goodbye
Say to you
Goodbye
I can't, I can't say to you
Goodbye
I can't say to you
Goodbye
Uma pequenina luz

Uma pequenina luz bruxuleante
não na distância brilhando no extremo da estrada
aqui no meio de nós e a multidão em volta
une toute petite lumière
just a little light
una picolla... em todas as línguas do mundo
uma pequena luz bruxuleante
brilhando incerta mas brilhando
aqui no meio de nós
entre o bafo quente da multidão
a ventania dos cerros e a brisa dos mares
e o sopro azedo dos que a não vêem
só a adivinham e raivosamente assopram.
Uma pequena luz
que vacila exacta
que bruxuleia firme
que não ilumina apenas brilha.
Chamaram-lhe voz ouviram-na e é muda.
Muda como a exactidão como a firmeza
como a justiça.
Brilhando indeflectível.
Silenciosa não crepita
não consome não custa dinheiro.
Não é ela que custa dinheiro.
Não aquece também os que de frio se juntam.
Não ilumina também os rostos que se curvam.
Apenas brilha bruxuleia ondeia
indefectível próxima dourada.
Tudo é incerto ou falso ou violento: brilha.
Tudo é terror vaidade orgulho teimosia: brilha.
Tudo é pensamento realidade sensação saber: brilha.
Tudo é treva ou claridade contra a mesma treva: brilha.
Desde sempre ou desde nunca para sempre ou não:
brilha.
Uma pequenina luz bruxuleante e muda
como a exactidão como a firmeza
como a justiça.
Apenas como elas.
Mas brilha.
Não na distância. Aqui
no meio de nós.
Brilha

Jorge de Sena
"Olhei para a árvore e tentei lembrar-me da emoção que sentira no cume da montanha. Aos poucos, comecei a admirar a sua forma e a sua presença. A minha apreciação foi crescendo até se transformar numa emoção de amor. O que sentia era exactamente o que sentia em criança pela minha mãe e em jovem pela rapariguinha especial que fora o meu primeiro namorico. Assim, apesar de estar a olhar para a árvore, era essa forma de amor singular que sentia como pano de fundo de tudo o que estava a acontecer. Estava apaixonado por todas as coisas."

James Redfield, em A Profecia Celestina
Sons de Hoje

Tindersticks - Simple Pleasure
Dave Matthews Band - Before These Crowded Streets
Morphine - Cure For Pain
Maximilian Hecker - Rose
Harmonia - Musik Von Harmonia
Faust - Faust So Far
Varnaline - Songs In A Northern Key
A Northern Chorus - Before We All Go To Pieces
The Afghan Whigs - Gentlemen
Nagisa Ni Te - Songs For a Simple Moment
Neil Young - Unplugged
16 Horsepower - Secret South
Neil Young - On The Beach

quinta-feira, outubro 23, 2003


Elliott Smith

Say Yes

I'm in love with the world
Through the eyes of a girl
Whos still around the morning after
We broke up a month ago
When i grew up i didn't know
I'd be around the morning after

I'ts always been wait and see
A happy day and then you pay
You feel like shit the morning after
Now i feel changed around
And instead of falling down
I'm standing up the morning after

Situations get fucked up
Turned around sooner or later
I could be another fool
Or an exception to the rule
You tell me the morning after

Crooked spin cant come to rest
I'm damaged bad at best
She'll decide what she wants
I'll probably be the last to know
No one says untill it shows
See how it is...
They want you or they dont
Say Yes
I'm in love with the world
Through the eyes of a girl
Whos still around the morning after
Amigo

Mal nos conhecemos
Inaugurámos a palavra amigo!

Amigo é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,

Uma casa, mesmo modesta, que se oferece.
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!

Amigo (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
Amigo é o contrário de inimigo!

Amigo é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado.
É a verdade partilhada, praticada.

Amigo é a solidão derrotada!

Amigo é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
Amigo vai ser, é já uma grande festa!

Alexandre O'Neill
Sons de hoje

Songs: Ohia - Magnolia Electric Co.
Elliott Smith - Elliott Smith
Morphine - Yes
Van Der Graaf Generator - Still Life
Elliott Smith - Roman Candle
Dave Matthews Band - Before These Crowded Streets
Radian - Rec.extern
Elliott Smith - Either / Or
Explosions In The Sky - The Earth Is Not A Cold Dead Place
Neil Young - On the Beach
Morphine - The Night
Nick Cave & The Bad Seeds - No More Shall We Part
Will Oldham - Joya


Os sitios onde estivemos juntos já não pertencem a si mesmos; pertencem a ti ou à memória que tenho de ti.


Tenho o quarto cheio de bolas de sabão. Tanta vida dentro de umas bolas tão vazias e cheias de cor. Se ao menos não tivessem de rebentar ..


Os suecos Logh vão estar em Portugal para apresentar o seu último album de originais, de seu nome "Raging Sun". Ainda não existem datas marcadas, mas o concerto de Lisboa é da responsabilidade d'A Mula enquanto que a organização do concerto do porto ( possivelmente no Mercedes ) cabe a outra organização. Mais detalhes em breve.

quarta-feira, outubro 22, 2003

Uma amiga

Aqueles que eu amei, não sei que vento
Os dispersou no mundo, que os não vejo...
Estendo os braços e nas trevas beijo
Visões que a noite evoca o sentimento...

Outros me causam mais cruel tormento
Que a saudade dos mortos... que eu invejo...
Passam por mim... mas como que têm pejo
Da minha soledade e abatimento!

Daquela primavera venturosa
Não resta uma flor só, uma só rosa...
Tudo o vento varreu, queimou o gelo!

Tu só foste fiel - tu, como dantes,
Inda volves teus olhos radiantes...
Para ver o meu mal... e escarnecê-lo!

Antero de Quental

Morphine

Swing It Low

I got buttons bursting in the air
I got apple orchards everywhere
I got grapes swinging from the vine
Swinging in a line, lined up in the sunshine

I'm on time, fresh, fast
A sweetheart, I'll watch your back
I'm all swing, a swing from the shoestrings
Right or wrong, to me it's the same thing

You, especially, you, especially, you, especially
You have my loyalties

You in wartime, love, peace
I need to walk you down the street
I'm right here, I'll watch your back
In case the wind blows off your hat

You - you're on time
Your eyes are like diamond mine
Deep and bright inside

I got buttons bursting in the air
I got apple orchards everywhere
I got grapes, swinging from the vine
Swinging in a line, lined up in the sunshine

I got buttons bursting in the air
Ideas run fingers through my hair
And my shoes are ready to move,
My shoes are ready to move...

Swing it low, swing it low, swing it low low low
Swing it low, swing it low, swing it low low low...
Ontem, ia eu a passear pelo shopping, como normalmente, quando me deparo com uma montra repleta de objectos, prendas, cartões e árvores de Natal. Não compreendo. Ainda faltam dois meses para o Natal. No meu tempo só se vivia o Natal umas 3 semanas antes do dia. Depois admiram-se que as coisas percam o valor, que as pessoas fiquem enjoadas do Natal e percam o espirito natalicio. Enfim, venha a páscoa ...


Elliott Smith morreu ontem, dia 21 de Outubro de 2003, com 34 anos de idade. Aparentemente, o autor de Either/Or suicidou-se, mas ainda não existe confirmação. Elliott Smith gravou 5 discos a solo e preparava-se para editar o próximo, já entitulado From A Basement On A Hill. Uma grande perda para a música. Mais um dia triste. Apetece-me ouvir a sua música o dia inteiro ... e talvez o faça ...

Everybody Cares, Everybody Understands

Everybody cares, everybody understands
Yes everybody cares about you
Yeah and whether or not you want them to
It's a chemical embrace that kicks you in the head
To a pure synthetic sympathy that infuriates you totally
And a quiet lie that makes you wanna scream and shout
So here i lay dreaming looking at the brilliant sun
Raining it's guiding light upon everyone
For a moment's rest you can lean against the banister
After running upstairs again and again from wherever they came to fix
You in but always fear the city's finest follow right behind
You got a pretty vision in your head
A pencil full of poison lead
And a sickened smoke illegal in every town
So here i lay dreaming looking at the brilliant sun
Raining its guiding light upon everyone
Here i lay dreaming looking at the brilliant sun
Raining its guiding light upon everyone
You say you mean well, you don't know what you mean
Fucking ought to stay the hell away from things you know nothing about
Sons de hoje

JJ72 - JJ72
Morphine - Like Swimming
Elliott Smith - Elliot Smith
Air - Moon Safari
Pere Ubu - Raygun Suitcase
Talk Talk - It's My Life
Elliott Smith - Roman Candle
Elliott Smith - Either / Or

terça-feira, outubro 21, 2003



Estranhos de Passagem ( Dirty Pretty Things ) de Stephen Frears ( Alta Fidelidade, Hi-Lo Country - Terra Perdida e Liam ) é um filme que aborda a questão dos imigrantes ilegais em Londres. Okwe, que trabalha de dia como morista e como porteiro de um Hotel de noite, mantem uma relação com Senay ( Audrey Tautou ). Une-os o desejo de ir viver para Nova Iorque e tentar uma nova vida, uma vida melhor mas as condições para concretizar o sonho não são as melhores. Cedo, surgem problemas que vão dificultar a vida a ambos. Ambos começam a ser perseguidos pela policia pois a sua situação como imigrantes ainda não estava devidamente regularizada. A juntar aos problemas, Okwe, descobre a existência de uma rede que prometia passaportes aos imigrantes ilegais em troca de orgãos ( nomeadamente, rins ). Estranhos de Passagem é um drama imprevisível que aborda as questões da exploração, chantagem, racismo e obviamente o amor entre Okwe e Senay.


Obrigado.
Sons de hoje

Radiohead - Hail To The Thief
Nick Drake - Five Leaves Left
Talk Talk - It's My Life
Character - A Flashing Of Knives And Green Water
JJ72 - JJ72

segunda-feira, outubro 20, 2003

Sons de hoje

RJD2 - Deadringer
Ryan Adams - Gold
Sonic Youth - Dirty
Hot Hot Heat - Make Up The Breakdown
Mr. Bungle - California
Rosie Thomas - Only With Laughter Can You Win
Maximilian Hecker - Rose

domingo, outubro 19, 2003


Maximilian Hecker - Rose

A dica foi do Intervenções Sonoras. Desconhecia este Maximilian Hecker do qual tenho ouvido muito o album "Rose", de 2003. Uma rosa com espinhos, é certo, mas uma rosa. 11 canções lúgubres, que falam quase sempre do amor. Do amor não correspondido, dos amigos, de dias que nunca mais terminam. O disco abre com a faixa "Kate Moss". Bela, contemplativa, devota. Do resto do disco a destacar especialmente a idílica "I am falling now" e a urgente "That's What You Do" em que o Alemão de 23 anos diz:

"I want you, I need you, I love you girl with all my heart.
I want you, I need you, I love you girl .. I love you.

But you don't want me , you don't need me, you don't love me, you don't please me.
You don't care for me, you walk away, that's what you do"

Maximilian Hecker é um romântico, utópico .. um louco. Mas dos bons, dos que ainda gostamos de ouvir.
Acordar tarde

tocas as flores murchas que alguém te ofereceu
quando o rio parou de correr e a noite
foi tão luminosa quanto a mota que falhou
a curva - e o serviço postal não funcionou
no dia seguinte

procuras ávido aquilo que o mar não devorou
e passas a língua na cola dos selos lambidos
por assassinos - e a tua mão segurando a faca
cujo gume possui a fatalidade do sangue contaminado
dos amantes ocasionais - nada a fazer

irás sozinho vida dentro
os braços estendidos como se entrasses na água
o corpo num arco de pedra tenso simulando
a casa
onde me abrigo do mortal brilho do meio-dia

Al Berto, Horto de Incêndio
Sons de hoje

Morphine - Yes
Kid Loco - Kill Your Darlings
Morphine - Cure for Pain
American Music Club - Everclear
Tindersticks - Simple Pleasure
Maximilian Hecker - Rose
Will Oldham - Joya

sábado, outubro 18, 2003

Sou um tipo declaradamente, assumidamente, democraticamente e eminentemente melodramático. Nunca soube lidar com o meio-termo, com o assim-assim, com o muito imprevisível. Não consigo ouvir o The Boy With The Arab Strap dos Belle & Sebastian e o Dark Side of the Moon dos Pink Floyd no mesmo dia. Não consigo entrar no Teatro Sá da Bandeira e no Coliseu no mesmo dia. Não consigo falar com um comunista e com um democrata no mesmo dia. Não consigo suportar a chuva e o sol no mesmo dia. Conseguir até consigo, mas não devia ...
Bonnie ‘Prince’ Billy @ Blá Blá, Matosinhos – 18 de Outubro de 2003-10-18



Nunca tinha ido ao Blá Blá. As paredes do bar e tudo o resto parecem retirados do Trainspotting ( ainda mais quando passou a Lust for Life do Iggy Pop ). Além disso, a banda sonora pré e pós concerto é do melhor que já ouvi num bar: Mazzy Star, The Reindeer Section, Belle & Sebastian, Grandaddy, The Notwist, Radiohead, Doves, Maximilian Hecker, PJ Harvey, Radio 4, Muse, Placebo, Iggy Pop e The Smiths. A primeira parte do concerto era da responsabilidade de Old Jerusalem que, apesar de alguns percalços e muito nervosismo, mostrou os temas de “April” a uma plateia que já esperava as palavras de Will Oldham. Pouco após a saída de Old Jerusalem, e porque pouco ou nada foi preciso mudar no palco, Matt Sweeney e Will Oldham entravam em palco, com uma garrafa de vinho do porto e dois copos, para aquilo que seria um concerto de aproximadamente duas horas. E um grande concerto. Will Oldham é estranho em palco. Dobra as pernas, salta, sorri como um louco. O concerto focou essencialmente os temas de três discos: “I see a Darkness”, “Ease down the Road” e o último disco de originais lançado este ano, “Master and Everyone”. Como disse o Pedro e muito bem, Will Oldham “é dono de uma das vozes mais amarguradas e sem esperança do Mundo”. E não é exagero. Will Oldham concentra em si toda a tristeza do mundo. Diz-nos que o amor cura feridas mas que abre umas ainda maiores. Will Oldham olhou para mim, olhou para toda a gente enquando repetia “When you have no one, when you have no one”. Will Oldham falava para toda a gente quando dizia: “Death to everyone is gonna come. And it makes hosing much more fun”. Vi muitas pessoas á minha volta a olhar para o chão, mesmo a chorar. No fim, Will Oldham mostrou-nos uma das canções mais bonitas de todos os tempos; “I see a Darkness” e só aí é que percebi porque é que estava vestido de preto. Porque fora feita a comunhão do negro, da escuridão. E eu não fui excepção.
Sons de hoje

JJ72 - I To Sky
Maximilian Hecker - Rose
Neil Young - Unplugged
Explosions In The Sky - The Earth Is Not A Cold Dead Place

sexta-feira, outubro 17, 2003

Musica do dia


Talk Talk - It's My Life

Renée

Well baby how the weeks fade
Baby was the best part of your youth a sensation
Yeah that's a change
I never thought I'd end up fooling you
Do you hear what they say?
All these people living up in my street
Well they say
'Out of touch, she lives in faded dreams'
Renee Renee Renee Renee
Baby how the weeks fade
Baby how the streets change
Renee Renee Renee Renee
Baby how the weeks fade
And maybe when the cheat plays
Maybe when the ace falls from his suit
And he tells you
'Yeah that's the game, I didn't want to lose it on the two'
You're playing his way
But the prize that you've been losing was youth
And I say
'Throw the ace and face up to the truth'
Renee Renee Renee Renee
Baby how the weeks fade
Baby how the streets change
Renee Re
nee Renee Renee
But baby how the weeks fade
Renee Renee Renee Renee
Baby how the weeks fade
Baby how the streets change
Renee Renee Renee Renee
But baby as the weeks change
And we've seen quite a few
I don't know who's fooling who
I'm fooling you


John Mayall & The Bluesbreakers estarão em Portugal em Novembro para três concertos:

dia 8 na Aula Magna
dia 9 no Teatro Gil Vicente em Coimbra
dia 10 no Hard Club
Sons de hoje:

Bonnie 'Prince' Billy - Master and Everyone
Bonnie 'Prince' Billy - I See a Darkness
Morphine - Like Swimming
Neil Young - Freedom
Talk Talk - It's My Life
Bonnie 'Prince' Billy - Ease Down The Road
Herbert - Bodily Functions
Belle & Sebastian - The Boy With the Arab Strap
Maximilian Hecker - Rose

quinta-feira, outubro 16, 2003

Aproveitanto a dica do borras aqui fica um site onde podem ver a vossa casa, a vossa rua a partir do céu. Fica aqui.

Neil Young - Silver & Gold

Razor Love

I got to bet
that your old man
Became fascinated
with his own plan
Turned you loose,
your mama too
There wasn't a thing
that you could do.

But I got faith in you,
It's a razor love
that cuts clean through.
I got faith in you,
It's a razor love
that cuts clean through.

You really made my day
With the little things you say

Looking through
the window at a silhouette
Trying to find something
I can't find yet
Imagination is my best friend
Got to look out for
the greedy hand, greedy hand
Make a living like a rolling stone
On the road
there's no place like home
Silhouettes on the window.

Who was it made
your eyes flicker like that
Tell me baby,
how'd you get the knack
You came to me with open arms
And I really
took you down the track

Now all I've got for you,
Is the kind of love
that cuts clean through.
All I got for you is razor love
It cuts clean through.

You really made my day
With the little things you say

Now I'm looking through
the window at a silhouette
Trying to find something
I can't find yet
Imagination is my best friend
Got to watch out for
the greedy hand, greedy hand
Make a living like a rolling stone
On the road
there's no place like home
Silhouettes on the window.

You really make my day
With the little things you say.
Quando não se tem a certeza de alguma coisa, o melhor mesmo é seguir os nossos instintos. Afinal de contas, quem é que quer ter uma vida baseada na racionalidade?
Música do dia


Neil Young - This Note's for You

Twilight

The sun is setting
on the long road home
And I've been gone too long
My little girl's waitin'
by the front door
I count the minutes
till I hold you once more.

Making love to you
while time stands still
I may be dreamin',
but I always will
'Cause I'll be holding you
When the twilight falls.

Don't be lonely, don't be sad
'Cause you're the best thing
that I ever had
And true love is so hard to find
And we were lookin'
for such a long time.

Making love to you
while time stands still
I may be dreamin',
but I always will
'Cause I'll be holding you
When the twilight falls.

Don't be sad,
you're the best thing
that I ever had.

The sun is settin'
on the long road home.
Deixei de conseguir comprar apenas um rebuçado, apenas um postal ... O meu egoismo acaba onde tu começas.


Hoje é dia de rever a carreira de Neil Young. Passaram por aqui os seguintes discos:

Freedom - 1989
Broken Arrow - 1996
Tonight's the Night - 1975
Harvest - 1972
Landing on Water - 1986
This Note's for You - 1988
Silver & Gold - 2000
Harvest Moon - 1992

quarta-feira, outubro 15, 2003

"Voltou a pensar na sua familia com ternura e amor. A ideia de que ele deveria desaparecer era mais firme nele, possivelmente, do que na sua irmã. Permaneceu naquele estado de sonho vago a apaziguador até ao momento em que as três horas da madrugada soaram no relógio. Ainda viu a claridade que alastrava diante da sua janela, lá fora. Depois, finalmente, sem nada poder fazer, a cabeça descaiu e deixou escapar debilmente um último sopro de vida."

Franz Kafka, em A Metamorfose


O Outono chegou, um pouco por todo o lado ...
Andei o dia todo a cantarolar, para mim, dois refrões de duas grandes canções.

O primeiro refrão diz:

"In this vicious world
Such a vicious world
There isn't anything you can do
In this vicious world"


A segunda canção diz:

"And that I see a darkness
And that I see a darkness
And that I see a darkness
And that I see a darkness
And did you know how much I love you?
Is a hope that somehow you you
Can save me from this darkness"


As canções? Vicious World de Rufus Wainwright e I See a Darkness de Bonnie 'Prince' Billy.
"Na minha procura, encontra-me um certo número de situações em que me sentira totalmente perdido e desorientado, sem saber para onde ir. Inacreditavelmente, em cada uma dessas situações tinha aparecido alguém, vindo de não se sabe de onde, como se tivesse como objectivo esclarecer-me sobre a direcção que devia tomar. Eu nunca soube o que procurava, mas o sonho tinha-me deixado uma sensação inacreditável de exaltação e de confiança."

James Redfield, em A Profecia Celestina


Dogville, de Lars Von Trier, marca o regresso do realizador dinamarquês às salas de cinema. Grace, em fuga a alguns gangsters, é acolhida por Tom Edison Jr. e pela pacata aldeia chamada Dogville. Em troca de alguns favores, os habitantes prometiam segurança e protecção a Grace. Mas a confiança, entretanto criada, não dura para sempre e cedo surgem os primeiros problemas. Dogville é um filme sobre o perdão incondicional, a traição, o amor e sobre poupar alguém ao seu próprio sofrimento.
Evento: Festa das Latas
Local: Coimbra

dia 24: Xutos & Pontapés, Blind Zero, Yellow W Van

dia 25: Moloko, Blasted Mechanism, Sally Lune

dia 26: Da Weasel, David Fonseca, Toranja

dia 27: Mew, Jorge Palma, Ashfield

dia 28 (festa da espuma): Orxestra Pitagórica, Quim Barreiros, Delirium

Sons de hoje

Morphine - Like Swimming
Talk Talk - It's My Life
Neil Young - Freedom
Maximilian Hecker - Rose
Bonnie 'Prince' Billy - I See a Darkness
Fuse - Sintoniza...
Explosions In The Sky - The Earth Is Not A Cold Dead Place
JJ72 - I To Sky
Bonnie 'Prince' Billy - Ease Down The Road
Rufus Wainwright - Want One
Maximilian Hecker - Rose
Hoje fui a um funeral de uma pessoa que ainda não morreu,
apanhei os destroços de um avião que ainda não caíu,
Segurei nos braços uma criança que ainda não nasceu
Consegui chegar a tempo de ver o sol pôr-se e entrar pelo mar dentro, em silêncio. Vim-me embora a seguir a linha branca da estrada que me traria de volta sem me perder.
Hoje o mundo estava estranho: as ruas estavam vazias e os velhos tinham caras felizes.
"Nunca amamos alguém. Amamos, tão somente, a ideia que fazemos de alguém. É um conceito nosso - em suma, é a nós mesmos - que amamos.
Isyo é verdade em toda a escala do amor. No amor sexual buscamos o prazer nosso dado por intermédio de um corpo estranho. No amor diferente do sexual, buscamos um prazer nosso dado por intermédio de uma ideia nossa.

(...)

Dizem os dois "amo-te" ou pensam-no e sentem-no por troca, e cada um quer dizer uma ideia diferente, uma vida diferente, até, porventura, uma cor diferente ou um aroma diferente, na soma abstracta de impressões que constitui a actividade da alma"

Bernardo Soares, "Livro do Desassossego"

Perry Blake

House in the clouds

I left my house in the clouds
I walked into someone's afterlife
She kept a pill in her hand
To take when we were about to land

Did you try
To let it go on by?
Did you try?
The Needles and the Uniforms
A schoolgirl and a unicorn
Eclipse a love with a loss
I sought comfort in her underwear
I shaved my face twice a day
Those crazy lambs
They will suffocate

Did you cry
Or let it go on by?
Did you cry?
The aftertaste of something warmer
Of schoolgirls and of unicorns.

Did you try to let it go on by?
Did you try?
The schoolgirl and the unicorn
The Needles and the Uniforms;

I washed her face in the rain
I will return to that place again
Back to my house in the clouds
Back to my house in the clouds

terça-feira, outubro 14, 2003

Música do dia

Rufus Wainwright - Vicious World

Thought that maybe we'd fall in love over the phone
Thought that maybe I'd really love being alone
Everybody but Heaven knows how I was wrong

Oh Lord, what have I done to myself?
What have I done to myself?

In this vicious world
Such a vicious world
There isn't anything you can do
In this vicious world

Soaking on the ice, makin' eyes all by myself
Didn't realize you were so top of the shelf
Just you want and see when you turn, turn 23

Oh Lord, what have I done to myself?
What have I done to myself?

In this vicious world
Such a vicious world
There isn't anything you can do
In this vicious world
Such a vicious world
There isn't anything you can do
In this vicious world
There isn't anything you can do
In this vicious world

Não fosse a vida senão uma série de precedentes, faria tudo para os evitar.


Quentin Tarantino vai planear sequela de Pulp Fiction

O realizador Quentin Tarantino admitiu que tem planos para gravar uma sequela de Pulp Fiction. Tarantino, que acabou de estrear a primeira parte do aclamado filme Kill Bill, adiantou que não vai apressar-se na produção da sequela, mas garante que Miramax está interessada nesta continuação do filme.

in DiscoDigital